Compreensão pública da ciência/Política

Da genialidade à ignorância: viagem no tempo

Faremos uma rápida viagem que vai da genialidade à completa ignorância. Partindo da genialidade de Einstein, quero lembrar o paradoxo dos gêmeos. Para demonstrar que o tempo se dilata, Einsten propôs o experimento mental conhecido como “paradoxo dos gêmeos.” No experimento, Einstein demonstra que é possível viajar no tempo, mas somente para o futuro. Nossa tarefa agora é encontrar alguém capaz de inverter a seta do tempo para viajar até o passado. Tarefa inglória e com resultados nada animadores. Nossa busca chega até o Canadá!

Stephen Harper, líder do partido conservador e primeiro ministro do Canadá, deu um exemplo de como o poder político usa da censura para controlar, entre outras coisas, a ciência de um país. Desde 2012, o governo canadense já mostrava indícios de que não estaria disposto a tolerar evidências científicas que sugerissem mudanças na forma de ditar políticas, especialmente as ambientais.

O governa não podia negar as evidências por todo o mundo de que o aquecimento global é um problema. Mesmo aceitando o fato, isso não foi suficiente para promover mudanças de postura política. Mais recentemente (2013), o Primeiro Ministro do Canadá tem mantido uma postura rígida de censura contra os grupos de pesquisa que trabalham para o governo. A política pode ser resumida como: se você vai estabelecer uma colaboração, pronunciar-se em público ou pretende publicar resultados de suas pesquisas você deve primeiro ter uma aprovação formal do governo para isso.

Não, você não entendeu errado! Ainda que você seja um cientista qualificado e tenha comprovada expertise na área, você precisa pedir permissão para publicar ou falar à imprensa. No Brasil, já vivenciamos o desastre do governo militar e até hoje temos problemas de informação relativa a acontecimentos pontuais de nossa história devido à censura da época. O governo deve obter benefícios com esta postura, mas duvido que eles superem o prejuízo do atraso para o país. Penso que uma chamada perfeita para uma matéria como esta seria algo como “Políticos do Partido Conservador Canadense inventam uma máquina capaz de voltar no tempo!” e o nome da máquina é “Stephen Harper“. Eis a mais completa expressão da ignorância!

Referências sugeridas

Katherine Bagley. Scientists decry Canadian undermining of climate science. Bloomberg, Nov 27, 2012 5:56 PM GMT-0200
Scientific freedom in Canada, Keep it to yourselves. The Economist. Mar 7th 2013, 1:48 by M.D. | OTTAWA
Eric Grenier. Stephen Harper polls find Canadian are divided on PM’s performance. Huffington. 01/04/2013 9:41 am EST.

Licença Creative Commons
Este texto de Alison Felipe Alencar Chaves, foi licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.

Um pensamento sobre “Da genialidade à ignorância: viagem no tempo

  1. Perfeito. É sempre assim, nos EUA ainda no Governo de Jorge W. Bush aconteceu algo similar quanto à redução dos gases industriais para diminuir o aquecimento global, houve resistência e, em que pese não ter havido sensura, o governo simplesmente ignorou apolítica que estava sendo adotada por outros países, ignorando também as evidências ciêntíficas, porque afinal de contas, a redução dos gases industriais significaria também redução de lucros para empresários e para Governo, lamentavelmente não há a preocupação de que a perda será muito maior futuramente. Mas, isso também faz parte daquele pensamento, “as futuras gerações que se explodam!”, eu quero é lucrar. É assim que eles pensam.

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s