Compreensão pública da ciência/Filosofia

Dissolvendo a pergunta

Por Pedro Carvalho No artigo anterior, Respostas Misteriosas para Perguntas Misteriosas, eu expliquei o tipo de estado mental que você deve ocupar quando uma pergunta misteriosa é respondida: o mistério tem que sumir. Só que é mais fácil falar do que fazer. Seres humanos são máquinas que não conhecem o próprio software, e a gente não … Continuar lendo

Compreensão pública da ciência/Filosofia

Respostas misteriosas para perguntas misteriosas

Por Pedro Carvalho “Nós temos livre arbítrio?” Essa pergunta assombra os filósofos e pensadores desde sempre, mas principalmente desde as descobertas mecanísticas de Newton. E é uma pergunta, digamos… Misteriosa. Quando você olha para ela, você consegue sentir, não consegue? O mistério emanando da pergunta. Antes de mais nada, você precisa perceber que isso é uma pergunta. … Continuar lendo

Compreensão pública da ciência/Filosofia

O psicologismo cabe na ciência?

Façamos uma breve simulação. Seu vizinho acordou um pouco mais indignado que de costume e resolveu pensar sobre o problema da pobreza. Ele faz algumas críticas e lhe apresenta aquilo que considera ser a única saída para o problema; as políticas assistenciais do governo. Se interessado no assunto, naturalmente, você pede que seja apresentada alguma … Continuar lendo

Compreensão pública da ciência/Filosofia

Função/propósito ou auto-engano

Conceituar objetos ou entidades não é um problema trivial dado não estarmos habituados a fazer perguntas sobre conceitos corriqueiros. O que inclui o próprio conceito de conceito (Cf. A estrutura de um conceito). Não pretendo me estender sobre este ponto em especial. Desejo apenas chamar a atenção aos riscos de se construir conceitos baseados numa … Continuar lendo

Compreensão pública da ciência/Filosofia

Prova sensível?

Outro dia estava a conversar com um amigo sobre experiências de quase morte. Assunto bastante antigo e que ainda consegue encontrar espaço para um tratamento pouco crítico na mídia sensacionalista. Adianto que neste texto pretendo discutir um aspecto desta experiência que permite conceder o benefício da dúvida ao fenômeno e outro que é absolutamente estéril. … Continuar lendo